12/20/2005

biografia XIX - caminho

como esperar alguém que se
espera como se
ama alguém que
se
ama

quando foi que tudo se
turvou como os
dias ficaram
tão
tristes

por que custa tanto o
amor por que as
ruas não me
levam
mais onde

eu
queria
mesmo
ir


Adair Carvalhais Júnior

4 comentários:

soledade disse...

Doem as perguntas cuja resposta está dada nas perguntas - a impossibilidade.
Beijo

Adair Carvalhais Júnior disse...

Sua visita sempre me é reconfortante.

beijo

soledade disse...

Tou sempre perto de você.
Beijo

Adair Carvalhais Júnior disse...

Sei... Sinto...

outro beijo