3/14/2012

florada

um tapete de vagalumes
no dorso da madrugada

gosto de terra molhada escorrendo
chuva na janela sinos no alto
das tardes

um sorriso esvoaçante
na borda do mundo



Adair Carvalhais Júnior

2 comentários:

Leonardo B. disse...

[ficam mais compostos os momentos do mundo,

guardados na imagem da palavra,
poema tatuado do dia!]

um imenso abraço,

Leonardo B.

Adair Carvalhais Júnior disse...

O dia se alastrando no poema.

abração