4/19/2012

biografia XXXIV – cidades


I.

na curva dos dias o rio
estendeu suas margens forjou
devagar seu leito
de areia e sombras

moveu encostas carregou
pedras contornou
a montanha sem jamais
afrontá la

solos arruinados enseadas
aterradas sobre
as pontes a brutalidade
dos homens

e o rio das minhas lembranças
engoliu a cidade
e suas imundícies
num dia de chuva
        
Adair Carvalhais Jr.



O poema e a série completos em

http://biografiaadair.blogspot.com.br/

2 comentários:

Malmal mal disse...

Tão bom te ler..

Beijo, poeta

Adair Carvalhais Júnior disse...

Tão bom te ver por aqui, minha Mal..

bjao